segunda-feira, 24 de novembro de 2014

Vacilos

Eu já fiz muita coisa
Errada
Mesmo sabendo
Qual era a certa
A se fazer
Senti vergonha
Martirizei-me
De culpa
Humildemente
Peço desculpa
E tal como eu pude
Aprender
Com tanto vacilo
Espero que possam
Perdoar-me
Um dia
Aqueles que tenho ofendido
A morte
É certa
E a vida é muitíssimo
Pouca
Para gastá-la
Toda
Com rancor
Afinal
Que atire a primeira pedra
Quem nunca cometeu
Um só vacilo
Postar um comentário