terça-feira, 4 de novembro de 2014

Pertencimento

O mundo anda tão cheio
Mas nós nem sempre vazios
Estamos cada vez mais sós
Mas não necessariamente sozinhos
Vivemos tão juntos
Mas em companhia?
Antes eu me sentia
Tão vazio
Tão sozinho
Porque procurava o preenchimento
Nos outros
Foi preciso voltar-me para dentro
Para perceber que o que eu buscava
Não está nem fora
Nem dentro
Mas na relação entre ambos
No vínculo entre eu e o mundo
Se o vínculo é de amor
E pertencimento
Pode-se estar completamente só
E ter o mundo todo
Ao mesmo tempo
Postar um comentário