sábado, 22 de outubro de 2016

Confusão

Ando mui confuso
Tão precários são meus supostos
Pobres supostos, quando muito

Será excesso de informação?
Salutar precaução?
Ou incapacidade de tomar posição?

A confusão tem-me feito em pedaços
Fragmentado, não me reconstruo
Tampouco me acho

Confuso por isto, por aquilo
Confuso por isso tudo
Ponho-me em cima do muro

E sou tão confuso
Que nem mesmo sei se sou eu que confundo
Ou se é o mundo
Postar um comentário