sábado, 27 de julho de 2013

O mundo é um livro

O mundo é um livro de crônicas
Recheado de lindas histórias
Iguais as que a minha avó
Contava-me na cozinha
Enquanto fazia pão de ló
É um livro sem-fim a vida
Que cada um escreve um capítulo
A opus magnum da humanidade
É esta literatura coletiva
Que à vista de todos se abre
Sangue e suor são suas tintas
E o cotidiano as páginas
Peço apenas sabedoria e humildade
Para saber ler-lhe as linhas
E uma epígrafe legar à posteridade
Postar um comentário