domingo, 9 de fevereiro de 2014

Para nada entender

O mundo é vasto
A vida um mistério
As pessoas universos
E eu, pequenino, minúsculo
No meio disso tudo
Nada entendo
Só observo
Mas de confuso em confuso
Alguma coisa eu aprendo
Postar um comentário