sexta-feira, 14 de fevereiro de 2014

Confusão

Meu coração é um novelo
Todo embaraçado
Tem milhares de fios
Muitos começos
Mas nenhum fim
Todo dia eu tento
Só que nunca encontro
O fio da meada
E quanto mais eu mexo
Mais eu me enredo
Mais eu me perco
Neste labirinto
Que se chama
Sentimento
Postar um comentário