quarta-feira, 8 de outubro de 2014

Vastidão

O mar é muito vasto
Nem cabe no meu pensamento
Quantos baldes dele tenho que tirar
Até o mar esvaziar
Imagina quanta coisa não acontece
Lá embaixo
Naquelas profundezas abissais
E se você olhar
Entre as pedras
Na água rasa onde a terra o mar vem beijar
Verá um universo tão vasto
Fervilhando
Quanto o próprio mar
O mar é muito vasto
Mas mais vasto mesmo
É o nosso olhar
Postar um comentário