quarta-feira, 1 de outubro de 2014

Mãe

Mãe,

Eu tenho ciência
De todo o investimento
Que você fez nos últimos 29 anos
Sei também que ele está demorando acima da média
Que já era para ter-lhe rendido bons frutos

Mas, veja
Este é um investimento de longa maturação
E seu valor não se traduz em bens e imóveis

Agora eu entendo essa ideia simples
Que você tentou me ensinar a vida toda
E eu era egoísta demais para ouvir
Que o conhecimento
É a maior riqueza que uma mãe pode deixar de herança

Como todo filho
Eu carrego remorso e culpa
E como todo filho
Eu quero lhe pagar tim-tim por tim-tim
Mas não em dinheiro
Porque sei que não foi isto que você investiu em mim
Foi amor, carinho, compreensão
Abnegação, dedicação
E eu poderia arrolar palavras ad infinitum
Que só você, afinal, sabe pelo que passou

E agora eu compreendo
E sou grato
Vou pagar-lhe não em dinheiro
Mas com orgulho
E com a sensação de que tudo valeu a pena
O mundo não lhe deu a oportunidade de estudar
Mas mesmo assim você me deu
Vou ser então tudo o que você sempre quis ser
Uma intelectual, uma estudiosa, uma escritora
Porque é isso que você é, afinal
E é isso o que eu sou
Porque eu sou você

Com amor,
Seu filho
Postar um comentário