quinta-feira, 30 de janeiro de 2014

Gosto de infância

Você tem sabor de doce
Daqueles de sítio
Que só a vó fazia
Pros cafés da tarde de domingo
Com a criançada reunida
A volta do vô ouvindo histórias
Cheias de aventura e perigo

Tem cheiro de infância
De manga colhida do pé
Da terra úmida pela manhã
Da cachoeira e do rio
Do cavalo
Belo e forte
Que nos fascinava

Tem a inocência de quando subiu na árvore
Pra cumprimentar o senhor e a senhora joão de barro
E encontrou a casa vazia
Chegara tarde, a família tinha se mudado

Quando corria com seu simplório vestidinho de chita
Descalça, você tinha a liberdade dos pássaros
Se abrisse os braços você voava

Feliz o gosto da infância
Com suas boas lembranças
E seus sorrisos pródigos e despreocupados
E agora, que já não é mais criança
Que gosto você tem?
Postar um comentário