sexta-feira, 21 de março de 2014

Compreensão

O que para alguns é defeito
Pode ser qualidade para outros
O que para alguns é feio
Para outros, é belo
Será que você consegue
Ver através destes olhos
Desta pele, deste rosto
A paixão fulgurante que arde
No fundo do meu peito?
Ser assim, tão diferente
Deveria ser razão para ter medo?
Para se sentir tão só e carente
Você sabe, como no conto do patinho feio
E quem não quer ser aceito?
Ser gente como a gente
Mais do que respeito
Assim como você
Eu busco compreensão
Postar um comentário