sexta-feira, 8 de maio de 2015

Acontecimentos

Todo acontecimento
Bem ou mal
É uma dádiva
Que sem aviso
Nos pega
Quando a guarda baixa
E do jeito que veio
Ele passa
Levando consigo
Misto de saudade
E amargura
Doçura e mágoa
Que numa noite
Fria e solitária
De vinho tinto
A boca amarga
E se chora
Por tê-lo perdido
Queria eu poder festejar
De peito aberto
Cada novo acontecimento
Toda vez que ele entrasse por aquela porta
Sem ser convidado
Trazendo outra oportunidade
E quando fosse embora
De minha parte
Não levasse
Mais que tão-só e unicamente
Agradecimento
Postar um comentário