quarta-feira, 1 de agosto de 2012

O novo pensamento

Toda forma de despertar para a realidade; toda tomada de consciência crítica diante dela, por mais superficial, confusa e incoerente que seja; toda manifesta-ação contra a ordem histórico-social consolidada, ainda que localizada e, aparentemente, trivial; são todas formas-manifestações válidas, momentos necessários de um processo tortuoso e contraditório. Toda forma de ser do-contra é correta: em diálogos cotidianos, em manifestações públicas, em intervenções artísticas, em organizações políticas e partidárias. Não há fórmulas prontas, nem caminhos que não se possam experimentar. Somente o pensamento mesquinho e unilateral pode fugir a esta compreensão, refugiando-se no conforto da sua própria e limitada visão de mundo. Como disse muito acertadamente B-Negão, "o novo pensamento vai dando sinais sutis da sua existência."
Postar um comentário