quinta-feira, 12 de julho de 2012

Artigo sobre as recentes experiências no LHC, publicado no sítio do PSTU

Aqueles que figuram os marxistas como seres obscuros e anacrônicos, incapazes de compreender a complexa e multifacetada realidade "pós-moderna" em função de um atavismo oitocentista, devem ler este breve e simples artigo. O articulista analisa o recente experimento que pode ter descoberto a existência do Bóson de Higgs, tirando dele as conclusões políticas e sociológicas pertinentes. Dentre as questões que ele levanta, a que diz respeito à propriedade privada intelectual (uma contradição em termos, diga-se de passagem, pois o conhecimento é produto social e expressão da generecidade do ser social) é da maior importância. Aproveito para aduzir a um outro exemplo: o Linux. Trata-se do sistema operacional mais desenvolvido do mundo virtual, infinitamente mais confiável e sofisticado do que o Windows. E sabem porque ele é assim? Porque não é propriedade de ninguém, e isso faz com que evolua descentralizadamente e sem nenhuma outra finalidade do que a fruição de seu valor de uso. É feito para ser um bom sistema de computador, e não uma mercadoria que dê lucro. O Linux é a síntese de uma rede infinita de esforços conjugados. Uma pequena amostra do que uma sociedade comunista pode criar? Sem dúvida.
Postar um comentário